Search
Close this search box.

Lagos Andinos: Bariloche

Índice

A nossa Travessia pelos Lagos Andinos terminou em Bariloche, chegamos de ônibus, após um percurso de incluiu barco e pernoite em Peulla, leia aqui. Que paisagens lindas, uma viagem super romântica para quem for em casal!

Bariloche, na Argentina, é um destino perfeito para famílias ou casais que desejam aproveitar a beleza natural da Patagônia. A cidade oferece diversas opções de atividades para todas as idades, desde esquiar no Cerro Catedral até passeios com belas paisagens.

Onde se hospedar em Bariloche

Ficamos 3 noites no hotel NH Bariloche Edelweiss, bem no Centro, super confortável e bem localizado. Nessa época ainda não tínhamos filho.

O centro da cidade é uma ótima opção, pois oferece fácil acesso às principais atrações turísticas, restaurantes e lojas.

Outras opções para famílias no Centro de Bariloche:

  • Hotel Cristal: com design elegante, localização central, na esquina da Mitre com a Onelli. Quartos com vista para o lago ou para a cidade, Spa e piscina climatizada, restaurante.
  • Hampton By Hilton Bariloche: hotel novo, boa localização e café da manhã. Tem estacionamento pago.
  • Hotel Nahuel Huapi: localizado a 400 metros do Centro Cívico, o estacionamento é gratuito e sujeito a disponibilidade.

Dicas:

  • Ao escolher um hotel, leve em consideração a idade das crianças e as suas necessidades, como berços e camas extras.
  • Se você viaja com crianças pequenas, é importante escolher um hotel com piscina aquecida, sala de jogos ou outras atividades para entreter as crianças.
  • Leia os comentários de outros hóspedes para ter uma ideia da qualidade do hotel e dos serviços prestados.

O que fazer em Bariloche

No dia seguinte fizemos o Circuito Chico, onde conhecemos os principais pontos da costa do Lago Nahuel Huapi: Praia Bonita, Cerro Campanario (não conseguimos subir porque estava fechado), Hotel Llao Llao (chiquérrimo), Capela San Eduardo e Porto Pañuelo.

Circuito Chico

Centro Cívico

Por comodidade, optamos por emendar um passeio no outro, seguimos do Circuito Chico para o Cerro Catedral. As pistas de esqui estavam fechadas neste época, mas o visual é deslumbrante. Para quem quiser ir sozinho, é só pegar um ônibus no centro da cidade.

Site oficial: www.catedralaltapatagonia.com.

Cerro Catedral

No outro dia, fomos ao Monte Tronador, um passeio de dia inteiro através do Parque Nacional Nahuel Huapi. Nos surpreendemos com o glacial de cor escura (conhecido como “Ventisquero Negro”), e com o estrondo provocado pelo desprendimento (daí vem o nome Tronador). Foi um pouco cansativo porque é longe (aprox. 215 km) e a estrada é péssima.

Mirante do Lago Mascardi – antes de chegarmos ao Monte Tronador

Monte Tronador

ONDE COMER

Família Weiss, super tradicional, adoramos a comida. Fica na Valte O’connor 401.

Para sobremesa, é só caminhar pelas ruas e entrar em uma chocolateria, como a Mamuska.

COMPRAS

A dica é comprar o famoso óleo de rosa mosqueta, dizem que é ótimo rejuvenescedor da pele.  Eu comprei o meu durante o Circuito Chico, próximo a Capela San Eduardo, mas vende até em farmácia.

De Bariloche para Buenos Aires fomos de avião, pela Aerolineas Argentinas, foram 3h de voo.

Leia mais sobre esta viagem pelos Lagos Andinos, roteiro do Chile a Argentina em:

Lagos Andinos: Roteiro do Chile a Argentina

Lagos Andinos: Puerto Varas e Puerto Montt

Lagos Andinos: Travessia

Buenos Aires

Até o próximo post!

Gostou? Compartilhe!

Gostou? Comente!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *