Search

Viagem 3 em 1: Foz do Iguaçu, Bonito e Pantanal, por Karina Cruz


Olá! Já pensou em fazer um viagem 3 em 1: Foz do Iguaçu, Bonito e Pantanal? Achei o máximo essa viagem da amiga Karina com a família, e pedi para que compartilhasse o roteiro no blog, na área  "Dicas > Amigos Viajantes DNV". Quem sabe outras famílias não se aventuram, nosso Brasil é tão lindo! Nós já queríamos conhecer Bonito e o Pantanal, agora a vontade aumentou!

Pantanal, Mato Grosso do Sul

Vamos ao relato da Karina:

Mais um roteiro daqueles bem esticados, aproveitando ao máximo cada lugar, de Foz do Iguaçu ao Pantanal! Já conhecíamos Foz do Iguaçu, mas nunca havíamos ido às Cataratas pelo lado Argentino. Temos família em Maringá e aproveitamos para matar saudades e seguir para Bonito e já que estávamos tão pertinho do Pantanal, que tal sentir o gostinho?! Com isso na cabeça comecei a montar o roteiro. Para quem gosta de natureza e aventura, esse roteiro é imperdível. Fomos eu e meu marido com nossas duas filhas, que na época tinham 7 e 10 anos e meus sogros, portanto o roteiro é para todas as idades.

Roteiro: Foz do Iguaçu - Maringá - Bonito - Pantanal

Dia 01: Chegada em Foz do Iguaçu


Foz do Iguaçu, Paraná

Hotel Continental Inn
Av. Paraná, 1089 - Centro, Foz do Iguaçu, Paraná.

Pegamos nosso carro no aeroporto e seguimos para nosso hotel, estávamos bem cansados então nesse dia foi descansar. Gostei bastante desse hotel, muito funcional. Passávamos o dia andando muito e a noite jantávamos no hotel, comida gostosa, por um valor fixo para refeição e sobremesa, podendo se servir à vontade. Só um dia comemos do lado argentino.

Foz do Iguaçu, Paraná

Dia 02: Parque das Aves e Cataratas Brasileiras com Macuco Safari


Acordamos cedinho e fomos visitar o Parque dos Aves. Um passeio que super recomendo, pela tranquilidade do local e beleza das aves. Entramos em alguns viveiros e podemos observar bem de perto. Se você quiser interagir e brincar com os animais, recomendo deixar uma manhã para este passeio. Muita sombra, passeio tranquilo para todas as idades. De lá fomos logo para o Parque das Cataratas (lado brasileiro), um parque organizado, que recebe visitantes de todo o mundo em busca das belezas naturais que temos. Sempre ouvi a pergunta: Qual dos dois lados é o melhor? Como nunca tinha atravessado achava que era o brasileiro. Na verdade, temos uma vista muito bonita, mas andar sobre as cataratas é indescritível. Portanto, conheça os dois lados! Aquele mundão de água caindo, o barulho, os cheiros, a imensidão de verde, cenários maravilhosos! Depois de passearmos um bocado fomos fazer o Macuco Safari. Já saímos com tudo comprado de João Pessoa.

Você pode escolher vários tipos de aventuras, só o safari, o safari e o passeio de barco. Nós escolhemos esse último. Pois a gente queria aventura mesmo.

Para mais informações visite o site oficial: Macuco Safari

Macuco Safari, Cataratas do Iguaçu

Aqui fica uma ressalva, demos sorte de termos ido no verão, pois acho que no inverno aquilo fica um bocado frio e frio e água não combinam muito bem.

Nossas filhas adoraram o passeio de barco, chegamos mesmo bem perto das cataratas, com direito a muita água pelo caminho, grande sensação de liberdade com o vento batendo no rosto, acho que esse é um dos lugares que todos deveriam conhecer.

Macuco Safari, Cataratas do Iguaçu

Dia 03: Cataratas Argentinas, Puerto Iguazu e Tríplice Fronteira


No nosso segundo dia de passeios fomos visitar as Cataratas (Lado Argentino), se você estiver com carro alugado é necessário fazer um seguro especifico para passar de carro para o outro lado da fronteira. Fizemos isso no dia anterior, para não perder tempo no passeio. Você pode pagar os ingressos com pesos argentinos ou com cartão de crédito, que foi nossa opção. O parque do lado de lá é bem estruturado e como as distâncias são grandes dentro do parque eles têm um trenzinho que proporciona um agradável passeio.

Para mais informações: Parque Nacional Iguazu

Parque Nacional Iguazu, Argentina

Cataratas do Iguazu, Argentina

Parque Nacional Iguazu, Argentina

Parque Nacional Iguazu, Argentina

Cataratas do Iguaçu lado argentino

Ver as cataratas é emocionante, mas caminhar sobre elas não tem igual, nós literalmente andamos sobre as águas, são muitas passarelas que levam a diversos pontos das Cataratas. Passamos quase um dia todo por lá. As trilhas se dividem em trilhas superiores e trilhas inferiores. Com certeza a trilha mais emocionante é a da Garganta do Diabo. Se prepare para se emocionar com a força da natureza e se molhar bastante! Do lado argentino eles também tem o safari, mas como já havíamos feito o safari do lado brasileiro, nos enveredamos nas trilhas.

Cataratas do Iguaçu lado argentino

Fizemos lanchinhos por lá durante o dia, além disso muitos picolés e água para aplacar o calor. O dia estava bastante quente. Necessário levar protetor solar e um tênis confortável.

Saímos do Parque e comemos uma deliciosa parrilla numa Churrascaria em Puerto Iguazu. Próximo a fronteira dos dois países tem um shopping do lado Argentino, mas compras não estavam na nossa programação.

Nesse dia havíamos programado um passeio pelo templo Budista, mas infelizmente o tempo foi curto. Finalizamos o dia com um passeio na tríplice fronteira, com visita ao museu.

Marco das Três Fronteiras, Foz do Iguaçu

Dia 04: Itaipu Binacional em Foz do Iguaçu


Acordamos cedo e fizemos o check-out do hotel Continental Inn. Pela manhã fomos fazer um passeio na Hidrelétrica de Itaipu Binacional. Compramos o ingresso na hora e a fila estava um pouco grande, mas a espera foi recompensada pois nosso guia foi muito divertido. Eles têm vários tipos de passeios, desde o circuito tradicional até o passeio pelo Refúgio Biológico. Queríamos demais ter feito esse, mas como ainda teríamos mais 400 km de viagem a percorrer nesse dia nos contentamos com o básico. Maiores informações sobre os passeios: Turismo Itaipu

Nossa próxima parada era Maringá. Seriam 411 km para chegar lá. Fomos para visitar a família e festejar as festas de fim de ano.

Itaipu Binacional, Foz do Iguaçu

Itaipu Binacional, Foz do Iguaçu

Dias 05 a 08: Maringá


Como havia dito nosso maior objetivo em Maringá foi estar com a família. Mas para aproveitar a viagem visitamos os seguintes pontos turísticos:

- Catedral Basílica Maior Nossa Senhora da Glória- se prepare para subir muitas escadas!

- Parque do Ingá- local agradável para fazer caminhadas e andar de pedalinho com as crianças;

- Parque do Japão- “Espaço verde com paisagismo nipônico, carpas no lago, bonsais, casa de chá, monumento da imigração e eventos.” Como era final de ano o parque estava todo decorado para o Natal, fomos a noite e vimos um belo espetáculo de luzes formando figuras diversas.

Além desses locais em Maringá existem muitos passeios para banho. Já estivemos lá outras vezes e fizemos um divertidíssimo passeio de boia cross.

Dia 09: Bonito


Depois de matar saudades da família, seguimos viagem. Dessa vez nosso destino era Bonito - vou logo dizendo que o nome deveria ser Belíssimo e não só Bonito. Foram mais de 700 km de estrada. Saímos cedinho e almoçamos pelo caminho. Realmente é um pouco cansativo, mas valeu cada quilômetro rodado. As estradas são boas. Chegamos e nos hospedamos no Hotel Tapera. Achei o hotel meio antigo e a manutenção estava ruim. Já o café da manhã era bom e servido desde cedo. Tinha uma piscina bem agradável para quando chegávamos exaustos dos passeios.

O turismo em Bonito é altamente profissional. Não é barato, mas os passeios são muito pontuais e existe uma diversidade muito grande de passeios desde visitas a grutas, passeios de bote, flutuação, Boia Cross. Estávamos de carro, o que facilitou bastante nossa vida.

Saímos com quase todos os passeios comprados. Escolhemos, por recomendação da minha amiga Márcia, a agência Surucuá. Gostamos bastante do serviço.

Bonito, Mato Grosso do Sul

Dia 10: Bonito


Pela manhã fomos buscar nossos vouchers e dar uma voltinha pela cidade. Que é bem agradável e, como dissemos, muito preparada para turismo. Pracinhas simpáticas, diversos restaurantes e lojinhas, nos sentimos bastante seguros para circular a pé. Fomos ao Balneário Municipal, são muitos balneários na região.

Outra coisa que merece destaque em Bonito é a gastronomia, muitos restaurantes bons. Uma região muito rica em peixes. Recomendo fortemente que você visite os restaurantes da Juanita e a Casa do João. Achei o pacu na brasa da Juanita imbatível. Fomos mais de uma vez jantar lá. Se prepare para comer muito bem.

Bonito, Mato Grosso do Sul

14:30 16:00 - Buraco das Araras - Nosso primeiro passeio foi a visita ao Buraco das Araras, meu marido é observador de aves, por isso o passeio foi escolhido. Saímos de Bonito logo depois do almoço. O local fica a 54 Km, “o Passeio de Trilha Contemplativa no Buraco das Araras é um passeio ao redor de uma dolina (formação geológica oriunda do desmoronamento do teto de uma caverna). São 970m de trilha e o trajeto passa por 2 mirantes com o destaque para observação de araras vermelhas”. O passeio é bem legal, mas, como falei, a diversidade de balneários, rios para flutuação, boia cross, grutas, entre outros é enorme, é preciso ver o que mais se adequa ao seu grupo.

Buraco das Araras, Bonito MS

Buraco das Araras, Bonito MS

Dia 11: Bonito


07:20 08:20 - Gruta do Lago Azul - escolhemos esse horário pois ouvimos falar que a iluminação da gruta ficava bem bonita a essa hora. A gruta fica a cerca de 21km de Bonito. A gruta do lago azul é uma das maiores cavidades inundadas do planeta. Depois de passarmos pelo centro de visitante e assistirmos a uma rápida explicação, colocamos os capacetes e iniciamos a trilha de 200m até a entrada da gruta, onde há uma escadaria íngreme de 300 degraus aproximadamente que equivale a 150m de altura até o lago de águas azuis. Durante a descida, o guia faz algumas paradas para que o visitante possa tirar fotos e descansar. Ao final da descida, o visitante permanece por aproximadamente 10 minutos para contemplar as águas de azul turquesa. O retorno é feito pelo mesmo percurso.

Gruta do Lago Azul, Bonito MS

14:30 15:30 Passeio de Bote – Ecopark - A tarde caímos na água, fizemos o passeio de bote e acho que esse foi o passeio que as crianças mais gostaram, pois é com emoção. Crianças a partir de 5 anos já podem participar. A saída é feita no Rio Formoso, que fica localizado a 12 km de Bonito. São cerca de 5km de trajeto, passando por algumas cachoeiras e com banho no final. Achei o passeio bem seguro e divertido. O balneário é agradável e depois da descida de bote ficamos por lá aproveitando.

Passeio de Bote Ecopark Bonito

Dia 12: Bonito


07:00 08:00 - Aquário Natural: Trilha/Flutuação - Escolhemos esse passeio de flutuação pois ele tem um barco que acompanha o trajeto. Como estávamos com crianças imaginamos que em algum momento uma delas poderia se cansar e como na flutuação não podemos colocar os pés no chão, dava jeito ter um barquinho para socorrer as crias. Foi a escolha mais acertada. Esse passeio é feito no Rio Baía Branca. Antes da flutuação temos um pequeno treinamento em uma piscina, para nos adaptarmos à roupa que flutua e ao restante do equipamento. Em seguida começamos uma trilha de pouco mais de 1,6 km. A flutuação é por cerca de 800m, até o encontro do Rio Formoso com o rio formosinho. Se você quiser no final ainda pode fazer a tirolesa, minhas filhas amaram!

15:00 16:00 - Boia Cross - Cabanas - Encerramos nossos passeios em Bonito fazendo uma descida de Boia Cross, bem legal. Começamos com uma rápida explicação, seguida pela trilha nas passarelas e depois a descida pelo Rio Formoso. Achei o passeio bastante seguro, os condutores bem atenciosos. O percurso tem três cachoeiras e tem cerca de 1.200m.
  • Dicas: Bonito oferece muitos passeios, que cada pessoa deve adequar ao seu grupo. Queria muito fazer a flutuação no Abismo Anhumas, mas como estava com crianças não deu para ser dessa vez. Nós escolhemos dois balneários para visitar, uma flutuação, uma gruta, um passeio de bote e uma descida de Boia Cross. Um pouco de cada. Deveria ter deixado um dia para explorar a serra da Bodoquena, mas como ainda íamos para a Fazenda São Francisco não deu tempo. Os dois restaurantes que gostamos mais foram a Juanita e a Casa do João. Depois de dias bem passados arrumar as malas para continuar a aventura rumo ao Pantanal !!

Dia 13: Pantanal


Acordamos cedinho para partir para a Fazenda São Francisco, que fica no município de Miranda. Na mala não pode faltar repelente, bem como camisas com mangas compridas. Sim, os mosquitos nos atacam em alguns momentos. De Bonito até a Fazenda São Francisco são 146 Km - Via Bodoquena. Fizemos o percurso em duas horas, tivemos um pneu furado... na frente de um cemitério, no meio do caminho! Então foi mesmo com aventura. Pelo caminho vimos um lindo tamanduá-bandeira. Chegamos na Fazenda para o almoço e já tínhamos um passeio de Chalana com pescaria de piranhas programado para as 14:30h.



14h30 – Passeio de Chalana com pescaria de Piranhas - Quando pensava no Pantanal lembrava logo da novela da Juma Marruá, com boiadas, berrante e com as Chalanas, atravessando o rio. Iniciar nossa estada com o passeio de Chalana por aquele rio de cor escura que refletia as nuvens do céu foi maravilhoso. A pescaria de piranhas não teve sucesso, mas as meninas se divertiram bastante tentando.

Chalana com pescaria de Piranhas Pantanal

Chalana com pescaria de Piranhas Pantanal

Chalana com pescaria de Piranhas Pantanal

19h00 – Jantar de Fazenda

20h00 – Focagem Noturna de Animais Silvestres - gostamos muito dessa atividade com ar de aventura. O passeio é feito em caminhões adaptados com bancos na parte traseira e um guia segue a frente mostrando os animais. Esse mesmo passeio é feito durante o dia, mas para ver outros animais. A noite tivemos a sorte de ver duas lindas onças pintadas, além de inúmeros jacarés e aves noturnas. O céu estrelado e o cheirinho do mato completaram o cenário. Muito emocionante!

Focagem Noturna de Animais Silvestres Pantanal

Focagem Noturna de Animais Silvestres Pantanal

Focagem Noturna de Animais Silvestres Pantanal

Dia 14: Pantanal


Das 7 as 8h00 – Quebra-torto, como é chamado o café da manhã Pantaneiro, se prepare para comer bastante, para ter forças de encarar um dia cheio de atividades. E os aracuãs que parecem galinhas a passear no hotel...

Pantanal, Mato Grosso do Sul

8h00 – Safári Fotográfico & Trilha do Carandá - Outra atividade bem interessante para avistamento de diferentes animais, inúmeras capivaras, tamanduás, capivaras, veados, aves de cores diversas entre elas garças, araras, tuiuiús, periquitos. Uma caminhada pela trilha do Carandá para conhecer plantas da região. O passeio é tão interessante que nem sentimos o tempo passar. Muito importante levar água e protetor solar, bem como um chapéu e passar repelente.

Safári Fotográfico e Trilha do Carandá Pantanal

Trilha do Carandá Pantanal

Trilha do Carandá Pantanal

Pantanal, Mato Grosso do Sul

Trilha do Carandá Pantanal

Trilha do Carandá Pantanal

Pantanal, Mato Grosso do Sul

14h30: Passeio a Cavalo - Depois de passar um tempinho deitados nas redes, bem embaixo da mangueira, nos preparamos para um passeio de cavalo. Minhas filhas amam andar a cavalo, mesmo com calor e sol esse passeio tinha que estar no roteiro. Bastante divertido, seguro e com direito a ver até pegadas de onça. Para quem tem pouco tempo recomendo a hospedagem na Fazenda São Francisco, pois eles conseguem otimizar o tempo e disponibilizar uma gama de atividades para toda a família.

Depois do calor, chegar e tomar um belo banho de piscina, vendo as araras sobrevoarem nossa cabeça e vendo um belíssimo pôr do sol.

Passeio a cavalo Pantanal

Pantanal Mato Grosso do Sul

Dia 15 - Retorno Pantanal para Campo Grande

A viagem para Campo Grande se dá pela BR-262, rodovia federal que liga o Brasil à Bolívia, cerca de 236 km de distância, viagem feita em pouco mais de 3h30. Estrada boa e bem sinalizada. Depois de tanto tempo em roteiros rurais aproveitamos um pouco a cidade de Campo Grande e passamos no Shopping. A cidade é bem arborizada e com parques que merecem a visitação, mas infelizmente nosso tempo era curto. Nos despedimos com excelentes memórias guardadas dessa grande aventura que foi desbravar as Cataratas, Bonito e Pantanal numa só viagem. Nosso país é maravilhoso, com uma diversidade cultural e de biomas incrível, fauna e flora abundantes. Gastronomia rica e povo acolhedor. Essa viagem foi um retrato dessa realidade.


Muito obrigada amiga Karina, mais uma vez presenteando nossos leitores com seus roteiros maravilhosos. Já estamos ansiosos pelos próximos!

Viagem realizada em dez/16 e jan/17, partindo de João Pessoa onde a família mora, outro destino que eu amo!

Leiam também outros roteiros da Karina:

Chile: viagem de 15 dias em família da Karina
Chapada Diamantina, Bahia
Santa Catarina: Vale do Itajaí, Serras Catarinenses, Florianópolis e Beto Carrero

Para pesquisar hotéis em Foz do Iguaçu, Bonito e Pantanal, acesse Booking.com.
Se precisar alugar carro pesquise pelo buscador Rentcars.com.

Até o próximo post!

Nenhum comentário

Postar um comentário